Periodicidade: Diária

11/25/2020

coronavirus.jpg

1/9

1/9

1/8

1/7

onde comer

bannered.png

A Guarda Nacional Republicana está a realizar uma campanha de sensibilização, em todo o território nacional, direcionada para a prevenção de comportamentos violentos contra as mulheres, tendo assinalado hoje, dia 25 de novembro, o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres no Posto Territorial da Lourinhã, na área do Comando Territorial de Lisboa, com a presença do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita e do Comandante-Geral da Guarda Nacional Republicana, Tenente-general Rui Clero.

Pretende-se sensibilizar a comunidade em geral para a consciencialização sobre a igualdade de género e a promoção de uma cultura de não-violência, assim como sensibilizar os diferentes públicos-alvo para o fenómeno da violência contra as mulheres, como a violência doméstica, violação e outras agressões sexuais.

A prevenção e investigação do crime de violência doméstica são prioridades da atual política criminal e constituem-se como uma absoluta prioridade para a Guarda Nacional Republicana. Neste âmbito, a GNR tem vindo a reforçar as campanhas de sensibilização e a apostar em ações específicas de formação do seu efetivo, para que esteja cada vez mais bem preparado para participar, enquadrar, tratar e acompanhar este tipo de situações, melhorando ainda a sua rede de salas de atendimento às vítimas.


PUB.


Durante o ano de 2019, na área de responsabilidade da GNR, foram registados 13.503 crimes de violência doméstica, sendo os distritos do Porto, Aveiro, Setúbal e Braga onde se registaram mais ocorrências; e os distritos de Beja e Portalegre os que tiveram o menor número de registos. Desses crimes, resultaram 16.078 vítimas, das quais 12.750 eram mulheres e 3.328 homens.

Em 2020, até 31 de outubro, ainda que os dados sejam provisórios, foram registados 11.345 crimes de violência doméstica, menos 182 que em igual período do ano passado.

A violência contra as mulheres e a violência doméstica são das formas mais gravosas de discriminação das mulheres em razão do seu sexo, reflexo de persistentes estereótipos de género e de relações de poder desiguais. Os impactos desta violência não se circunscrevem apenas às vítimas diretamente envolvidas, afetando também as famílias e a sociedade no seu conjunto.

A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva.


PUB.



São 741 os alunos do concelho de Santarém que o Município vai distinguir pelo seu brilhante aproveitamento ou pela sua participação cívica na comunidade geral e/ou educativa, durante o ano letivo 2019/2020. Registe-se que é o maior número de sempre de alunos reconhecidos pela autarquia scalabitana.


PUB.


A entrega dos respetivos diplomas, que esteve prevista para os dias 27 e 30 de novembro, a propósito das comemorações do Dia Internacional das Cidades Educadoras, foi reagendada no estrito cumprimento das medidas DGS e normativos em vigor relativamente à prevenção do contágio da COVID-19, passando a ter a seguinte calendarização:

Dia 15 de dezembro

- 10h00/13h00 - Escola Básica de Alcanede

- 10h00/13h00 - Escola Técnica e Profissional do Ribatejo

- 15h00/18h00 - Escola Básica D. Manuel I

Dia 16 de dezembro

- 10h00/18h00 - Convento de São Francisco (Escolas da Cidade).


PUB.


  • comercioenoticias

Faleceu no Hospital Distrital de Santarém o Exm.º Senhor Amílcar Costa Justiniano, com 82 anos.

Era viúvo da Exm.ª Senhora Maria Deonilde da Conceição Alves Justiniano.

Era residente na Travessa dos Bernardes, n.º 31, Casais Varões, Asseiceira.

O corpo encontra-se em câmara ardente na Capela de Asseiceira, sendo restrito a 10 pessoas em simultâneo, saindo pelas 10:30 horas para a Igreja da Misericórdia de Rio Maior, onde se realizará as cerimónias religiosas.

O funeral realiza-se quinta-feira, 26 de novembro de 2020, às 11:00 horas, na Igreja da Misericórdia de Rio Maior.

Logo após a celebração das cerimónias religiosas, sai o cortejo fúnebre e o corpo vai a sepultar no cemitério de Rio Maior.

A família agradece, desde já, a todas as pessoas das suas relações e amizade, que se dignem acompanhá-lo à sua última morada.

Deverão ser respeitadas as orientações da DGS para locais de recepção de público em geral

Obrigatório utilização de máscara / Viseira

Manter o distanciamento +- 2 mts.



1,031 visualizaçõesEscreva um comentário

©2020 por Comércio & Notícias