Periodicidade: Diária

8/7/2022

thumbnail_3D_Residencia-1.jpg
4864147094_6bfb85bb98_z.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8
139042437_287591149392543_6079081058848771172_n.jpg
image.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/6

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8
279340808_964045124298627_1316792858574611964_n.jpg
imgLoader.jpg
bannered.png
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/10
telefonesuteis.jpg
  • comercioenoticias


Novo Livro de João L. Vinagre


João Lourenço Leitão Vinagre nasceu na Sancheira Grande (Óbidos), em 1945, tendo vindo com os pais, aos 6 anos para a Benedita, terra da família paterna.

Frequentou os Seminários de Santarém, Almada e Olivais.

Formou-se em Engenharia Civil no Instituto Superior Técnico.

João Vinagre acaba de publicar a obra “A Benedita no Século XVII no Registo Paroquial”. Estamos perante um trabalho minucioso e gigante em termos de pesquisa sobre os batismos, casamentos e óbitos acontecidos no século XVII, naquela freguesia.

Os quadros sobre os apelidos deixaram-nos alguns dados interessantes. Cito, por exemplo, os nomes e apelidos mais comuns de familiares que batizaram os filhos na Benedita, entre 1635 e 1700: Francisco, Luís, Dias, Marques, Reis, Rebelo, Antunes, João, Lourenço e Jorge.


PUB.


O grande mérito deste trabalho é ter entrado num mundo difícil e pouco explorado: a onomástica (neste caso concreto, a beneditense), que pertence a um campo mais vasto da Linguística, pelo estudo dos nomes próprios, concretamente das pessoas.

O povoamento dos antigos Coutos de Alcobaça (e até da área geográfica do concelho de Rio Maior), acontecido nos séculos XII e XIII, foi feito por populações vindas do Norte e das regiões de Coimbra e Leiria.

Por isso, a obra do Engenheiro João Vinagre tem um enorme interesse para o estudo da História da Benedita e, consequentemente, das terras riomaiorenses.


PUB.


73 visualizações0 comentário

Militares da GNR do Destacamento de Trânsito (DT) de Torres Vedras, no dia 31 de julho, detiveram um homem de 61 anos por incêndio florestal, no concelho de Torres Vedras.

Na sequência de um alerta a dar conta da ocorrência de um incêndio, os militares da GNR deslocaram-se rapidamente para o local, onde encontraram vários cidadãos que tinham procedido à extinção das chamas.

Através do testemunho dos populares que se encontravam no local e pelo comportamento suspeito de um dos indivíduos presente, apurou-se que o homem poderia ser o autor do incêndio, o que levou à sua detenção.


PUB.


Durante as diligências policiais foi efetuada uma revista de segurança ao suspeito que estava na posse de dois isqueiros.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Mafra, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Os factos foram também comunicados à Polícia Judiciária.


PUB.


59 visualizações0 comentário
  • comercioenoticias

Faleceu na sua residência a Sra. D. Maria da Luz do Rosário Costa Bento, com 73 anos.

Era natural da freguesia de Alcobertas, concelho de Rio Maior, e residente em Rua de Olho de Água, Alcobertas.

Era casada com o Sr. Casimiro Alves Bento.

Velório restrito a 10 pessoas em simultâneo na Casa Mortuária de Alcobertas a partir das 10:30 horas de Domingo.

A cerimónia fúnebre realiza-se Domingo, 07 de Agosto de 2022, às 12:30 horas, na Igreja de Alcobertas, seguindo para o Cemitério de Alcobertas, Concelho de Rio Maior.

A família cumpre o dever de agradecer, a todas as pessoas que acompanharem, o seu ente querido à sua última morada.

Medidas de Prevenção Covid-19: Recomendamos que sejam cumpridas as regras de segurança nomeadamente o uso máscara e o distanciamento social.


663 visualizações0 comentário