Periodicidade: Diária

3/6/2021

coronavirus.jpg

1/8

1/9

1/7
de12ff219134b17bddc3fc8874a073ef.gif

1/6

onde comer

1/5
bannered.png

Um homem de nacionalidade indiana, com cerca de 30 anos, está a ser procurado pela GNR de Rio Maior, após cortar os pulsos, com uma faca, na sequência de uma desavença com a sua companheira, também ela de nacionalidade indiana.

Ao que o Comércio & Notícias apurou junto de alguns populares, o homem terá forçado a companheira a fugir com ele, facto que ela não aceitou.

Perante a recusa da mulher, o suspeito terá a agredido à chapada e posteriormente, com uma faca de cozinha, cortado os seus próprios pulsos, colocando-se depois em fuga após ser perseguido por um popular.

O caso registou-se na tarde desta sexta-feira, 6 de setembro, em plena via pública, na Rua do Mercado, em Rio Maior, nas traseiras da Avenida Paulo VI.

Chamada ao local a GNR de Rio Maior identificou a mulher que reside nesta cidade há apenas dois meses e não sabe falar português.

Às autoridades, a vítima revelou ser maltratada pelo companheiro e que gostava de continuar a viver em Rio Maior e arranjar um trabalho para poder sustentar o seu filho de pouco mais de um ano, o qual está a cargo de familiares na India.

A mulher, a expressar-se em inglês, revelou ainda que o companheiro está a atravessar uma fase difícil a nível psíquico.

O agressor deixou uma mochila no passeio, a qual foi recolhida pelos militares da GNR, que procuram suspeito, mas até ao momento ainda não encontraram. No chão eram também visíveis elevados pingos de sangue.

Aquando da presença da GNR, um outro indivíduo de nacionalidade indiana terá se comprometido com as autoridades a ajudar a vítima, deixando-a permanecer na sua casa durante um período máximo de uma semana.


14 visualizações0 comentário
  • Comercio Noticias

Um incêndio florestal começou a lavrar em Lagoa da Mó – São João da Ribeira, no concelho de Rio Maior, às 11h10 desta sexta-feira, 6 de setembro.

No local encontram-se já 81 bombeiros de diversas corporações da região, os quais contam com o apoio de 17 veículos terrestres e dois meios aéreos, mas o Comércio & Notícias sabe que estão a ser acionados mais meios para o local.

Ao Comércio & Notícias, o Presidente da União de Freguesias de São João da Ribeira e Ribeira de São João, Leandro Jorge, revelou que não existem casas em perigo.

Notícia em atualização


9 visualizações0 comentário

O trânsito está condicionado na rotunda situada junto ao quartel dos bombeiros, em Rio Maior, devido a um camião carregado de estrume ter perdido parte da carga.

Ao que o Comércio & Notícias apurou, o veículo pesado circulava na Estrada Nacional 114, quando junto à estação de lavagem automática “Elefante Azul”, terá o taipal cedido começando a entornar o estrume.

O incidente aconteceu pouco depois das 11h00 desta sexta-feira, 6 de setembro, estando no local os bombeiros de Rio Maior e também a GNR local.

A via foi limpa pelos serviços municipalizados da Câmara de Rio Maior.


7 visualizações0 comentário

©2021 por Comércio & Notícias