Periodicidade: Diária

7/2/2020

1/11

1/9
acidente-a1.jpg

1/9
hqdefault.jpg

onde comer

bannered.png

Os documentos de gestão do Município de Azambuja respeitantes ao ano 2019, relatório de atividades e as respetivas demonstrações financeiras, estão aprovados. Tiveram o aval do Executivo na reunião de Câmara extraordinária, realizada a 22 de junho, e a deliberação também favorável da Assembleia Municipal na sessão ordinária do dia 29 de junho.

As receitas arrecadadas ao longo do ano de 2019 totalizaram 22,6 milhões de euros, valor praticamente idêntico a 2018, correspondendo 94,3% a receitas de natureza corrente e 5,7% a receitas de capital e outras. Em 2019, a cobrança de impostos diretos superou as expetativas, particularmente com o IMT, o que contribuiu para um nível de execução orçamental da receita de 121%. Comparando com 2018, a receita própria cresceu 18,6%, em especial devido ao aumento do valor cobrado pelos impostos indiretos, nomeadamente em operações urbanísticas.

Relativamente à despesa, observou-se um acréscimo de 16,4% face ao ano anterior, tendo o nível de execução orçamental da despesa alcançado os 78,4%. Realce, neste ponto, para o aumento dos recursos canalizados para as áreas de investimento, que assumiram 24,8% do total das despesas e que foi evidente na execução do plano plurianual de investimentos.

Deste modo, o saldo orçamental – as receitas menos as despesas do ano 2019 – foi positivo num total de 1.582.904,00 euros. Em balanço global, a diferença entre todos os “Proveitos e Ganhos” e “Custos e Perdas” levaram a um Resultado Líquido do Exercício positivo em 4 milhões 793 mil de euros, consolidando a situação patrimonial municipal.


PUB.


De referir, ainda, que a autarquia cumpriu as imposições do Orçamento de Estado de 2019, no âmbito da redução do endividamento e da regra de equilíbrio orçamental, nomeadamente por não ter pagamentos em atraso. Outro indicador muito positivo é o Prazo Médio de Pagamentos que, de acordo com a fórmula de cálculo legal, se manteve em zero dias.

Em ambas as sessões, foi igualmente aprovada a modificação ao orçamento, tendo em conta a necessidade de criação de novas rubricas orçamentais e novos projetos/ações no Plano Plurianual de Investimentos e no Plano de Atividades Municipais. Deliberação favorável, também, à proposta de aplicação dos resultados líquidos do exercício de 2019.


PUB.



Para assinalar os 114 anos do clube de Alvalade

A empresa de exploração de calcários Filstone, sediada em Fátima, ofereceu esta quarta-feira, 1 de julho, ao Sporting Clube de Portugal, um leão de pedra com 15 toneladas, para assinalar os 114 anos do clube leonino comemorados ontem.

A escultura do leão ficou a cargo de Cláudio Monteiro, residente no concelho da Batalha, que esculpiu um bloco de pedra com 60 toneladas.

Esta nova estátua do leão ficou instalada na Praça do Centenário, junto ao Estádio José Alvalade, tendo a empresa de Fátima oferecido ainda uma peça mais pequena que irá figurar na Academia de Alcochete.

A cerimónia decorreu na tarde de ontem, na presença do Presidente do Sporting Clube de Portugal, Frederico Varandas, e de alguns elementos da direção do clube de Alvalade e dos responsáveis da empresa Filstone.


PUB.


“Este é o dia em que todos os sportinguistas estão de parabéns, estamos a festejar 114 anos de história, glória e muito amor por este clube. Esta obra merecia uma cerimónia aberta aos sócios, mas devido às circunstâncias que vivemos, não foi possível. Conseguimos, juntamente com a Filstone, tanto para o Estádio como para a Academia, dois belos Leões, com força, jovens, com ambição, vitalidade e coragem. (…) Esta é uma obra que os sportinguistas merecem e que esta praça merece”, salientou Frederico Varandas.


PUB.


  • comercioenoticias

Um homem de 52 anos de idade foi ontem, 1 de julho, detido por militares da GNR do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Tomar, por cultivo de estupefacientes, em Ferreira do Zêzere.

No âmbito de uma investigação que decorria há cerca de dois meses, os militares da GNR apuraram que o suspeito tinha uma pequena plantação de cannabis dissimulada entre outro tipo de vegetação, numa área anexa à sua residência.


PUB.


No seguimento das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, que culminou na apreensão de 18 pés de cannabis e na detenção do suspeito.

O detido encontra-se neste momento a ser presente a primeiro Interrogatório Judicial no Tribunal Judicial de Santarém, para aplicação de medidas de coação.


PUB.


©2020 por Comércio & Notícias