Periodicidade: Diária

1/23/2021

coronavirus.jpg

1/9

1/11

1/8

1/7

1/6
de12ff219134b17bddc3fc8874a073ef.gif

onde comer

1/5
bannered.png
  • comercioenoticias

O concelho de Rio Maior registou esta sexta-feira, 22 de janeiro, 69 novas infeções do vírus SARS-COV-2, o que faz com haja agora em todo o concelho 412 casos ativos, num dia em que há registo de mais 13 pessoas recuperadas. Saliente-se que só nos últimos quatro dias o concelho de Rio Maior registou 238 novos casos de infeção.

No concelho até ao momento foram reportados 1.290 casos de Covid-19, sendo que destes 855 estão já recuperados, 412 mantém a infeção ativa e 23 acabaram por falecer, 19 deles idosos, três referentes a pessoas na casa dos sessenta anos, e o outro na casa dos cinquenta.

Segundo o Agrupamento dos Centros de Saúde da Lezíria no concelho de Rio Maior encontram-se hoje 635 pessoas em vigilância ativa, mais 100 comparativamente ao dia de ontem.

Ao que o Comércio & Notícias conseguiu apurar há neste momento registo para dois surtos de dimensões consideráveis, um no Lar de Abuxanas onde estão infetadas 43 pessoas, sendo 26 utentes e 17 funcionário, e o outro no Centro de Educação Especial “O Ninho”, de Rio Maior, onde entre funcionários e utentes há registo de 25 casos.


PUB.


No distrito de Santarém o número de casos de Covid ascende já os 19 mil, sendo que se mantém ativos mais de 6 mil e quinhentos. Até ao momento há a lamentar 378 óbitos no distrito.

Santarém é o concelho da Lezíria do Tejo com mais casos ativos (801, segue-se Rio Maior com (412), Salvaterra de Magos (303), Almeirim (258), Coruche (176), Cartaxo (163), Chamusca (77), Golegã (47) e Alpiarça (39).

A nível nacional registo hoje para mais 234 vítimas mortais, naquele que foi o dia com mais óbitos desde o início da pandemia. Registaram-se hoje 13.987 novos casos e também mais 7.319 casos de recuperação.


PUB.


1,154 visualizações0 comentário

Um elevado pico de afluência à área Covid do Hospital de Santarém está a originar a acumulação de ambulâncias naquele local, sendo que alguns doentes estão a esperar cerca de 9 horas para se atendidos, segundo revelou ao Comércio & Notícias o 2.º Comandante dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior, Luís Coelho, que apela aos doentes Covid-19, com sintomas ligeiros, ou suspeitos da doença com sintomas, que procurem o apoio clínico, junto da Saúde 24, Médico de Família, Farmácias ou outros serviços de profissionais de saúde, evitando de todo a ida á urgência Covid do Hospital Distrital de Santarém.

Luís Coelho salienta ainda que “os doentes com sintomas ligeiros deverão evitar nessas situações ligar o 112, deixando os já escassos recursos disponíveis para as situações de emergência”, acrescentando que “neste momento de emergência a colaboração de todos é imprescindível, para que se consiga dar uma resposta de emergência às verdadeiras emergências”.


PUB.


A Administração do Hospital de Santarém informou, entretanto, que atualmente as 104 camas de enfermaria Covid já estão ocupadas, estando o hospital a mobilizar meios no sentido de abrir mais 31 camas.

Recorde-se que os doentes residentes no concelho de Rio Maior que se encontrem em suas casas e necessitem de algum tipo de apoio, como medicamentos ou alimentação por exemplo, poderão contactar os serviços de ação social da Câmara Municipal de Rio Maior, através do número 243 999 315 ou 968 027 787.


PUB.


3,450 visualizações0 comentário

Neste período de confinamento em que vivemos, o Município de Azambuja reforça a entrega de livros e dvd’s aos seus leitores de porta a porta, em todo o concelho. É mais uma medida de segurança, que se junta a outras que o município tem vindo a lançar no apoio à população, num momento em que é pedido a todos que se protejam e que fiquem em casa.

Tendo em conta o dever cívico de recolhimento e as especificidades técnicas de uma biblioteca e o consequente perigo de contaminação dos livros e das pessoas, a Câmara Municipal deu continuidade à iniciativa “Biblioteca porta a porta”, onde a equipa das bibliotecas deixa os livros à porta de sua casa. Deste modo poderá ficar em casa e a sua biblioteca estará ainda mais perto de si.

Todos os munícipes podem consultar o catálogo online http://biblionet.cm-azambuja.pt/Opac e escolher até 6 livros e 5 dvd’s, e a “Biblioteca porta a porta” irá entregar todas as terças e quintas feiras à sua casa.


PUB.


O pedido poderá ser feito desde já, para o email biblioazb@cm-azambuja.pt, através da página do Facebook www.facebook.com/bibliotecasdeazambuja/ ou através do contacto telefónico 263 400 485, das 09h30 às 17h30, de segunda a sexta feira. Deverá constar o nome, o número de leitor, o contacto telefónico, a morada e os títulos e números de registo dos livros.

O serviço é gratuito em todas as freguesias do concelho e a requisição é válida por 20 dias úteis.

Este serviço obedecerá a todas as normas de segurança da Direção Geral de Saúde e foi elaborado em coordenação com a entidade de saúde pública e a Proteção Civil. Todos os livros cumprirão uma quarentena de 4 dias.


PUB.




©2021 por Comércio & Notícias