Periodicidade: Diária

6/3/2020

1/11

1/9
98441382_2636934726577165_91193342881295

1/9
transferir.jpg

onde comer

bannered.png

Foi detetado um caso positivo nesta empresa, tendo os restantes 45 trabalhadores sido testados hoje

Ontem, dia 1 de junho, o Serviço Municipal de Proteção Civil do Cartaxo promoveu uma visita de trabalho ao entreposto de logística da Sonae localizado no concelho do Cartaxo – o entreposto está localizado na Cruz do Campo, freguesia de Pontével.

A visita foi acompanhada pela autoridade de saúde local – a Delegação de Saúde do Cartaxo –, e pela GNR, sendo que esta força de segurança não acompanhou a visita ao interior das instalações. O objetivo desta visita ao entreposto de logística foi o de aferir as medidas de contingência adotadas pela empresa, naquela unidade.

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo informou que no decurso da visita foi possível “confirmar que há um caso positivo de Covid-19 entre os trabalhadores e que a empresa iria hoje, dia 2 de junho, efetuar testes de despistagem da doença a todos os restantes 45 trabalhadores da unidade”.

Quer a Delegação de Saúde do Cartaxo, quer o Serviço Municipal de Proteção Civil concluíram que “estão a ser adotadas medidas de prevenção de contágio, que as indicações da Direção-Geral da Saúde estão também a ser cumpridas e que é fornecida informação aos trabalhadores”, explicou o autarca, referindo que a informação é partilhada quer através do sistema interno de som, quer através de informação afixada em português e inglês.


PUB.


As recomendações aos trabalhadores vão desde as regras de utilização dos equipamentos de proteção individual, passando pela higienização pessoal e dos materiais de trabalho, até aos comportamentos recomendados nos transportes públicos, nos momentos de vida em família ou de socialização fora da unidade de logística. A unidade organizou os trabalhadores num turno único, tendo desfasado os tempos de pausa e refeições, para diminuir a possibilidade de concentração de pessoas nos espaços comuns.

A empresa não forneceu informação sobre quantos trabalhadores são residentes no concelho do Cartaxo por estar obrigada à proteção dos dados pessoais, mas informou que na maioria são pessoas que residem fora do concelho.

O entreposto não trata bens alimentares, tendo como tarefa principal o tratamento de bens utilitários – casa e bazar –, ou embalamento de artigos de campanhas específicas para distribuição nas lojas Continente.

O Serviço Municipal de Proteção Civil do Cartaxo irá continuar a acompanhar esta unidade “assim como acompanha diversas instituições e empresas, quer confirmando que as recomendações das autoridades de saúde são cumpridas, quer apoiando aquelas que necessitem de aconselhamento para a sua implementação”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro.


PUB.


  • comercioenoticias

A Presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, acompanhada pelos Vereadores Maria João Gomez, Luís Pires e Hugo Santarém, e pelas Técnicas da Divisão de Desenvolvimento Humano e Social da autarquia, Isabel Carvalho (dirigente da DDHS) e Ana Inácio, visitou, na passada sexta-feira, dia 29 de maio, os parceiros da Rede Social, como forma de agradecer todo o empenho e colaboração neste período difícil de pandemia.

No âmbito deste ciclo de visitas, os autarcas e as técnicas da autarquia deslocaram-se ao Agrupamento de Escolas de Alcanena, ao Centro de Saúde de Alcanena, ao Centro de Bem Estar Social de Alcanena, à ASSIM – Associação de Solidariedade Social Interventiva Moreirense, à Associação A Casinha (Monsanto), ao Centro de Bem Estar Social de Espinheiro, à AIJIL – Associação de Apoio Integrado de Jovens e Idosos de Louriceira, ao Centro de Bem Estar Social de Minde, ao Quartel dos Bombeiros Voluntários de Minde, à Associação ABC de Alcanena, ao Posto Territorial da GNR de Alcanena, ao Quartel dos Bombeiros Municipais de Alcanena e à sede da ARPICA – Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Alcanena.


PUB.


Nesta visita, foi entregue aos representantes da direção de cada uma das instituições, aos comandantes dos Bombeiros Municipais de Alcanena e dos Bombeiros Voluntários de Minde e ao Comandante da GNR de Alcanena, uma peça em vidro com gravação 3D do símbolo da Rede Social - CLAS Alcanena e um ramo de flores, em jeito de reconhecimento por todo o apoio prestado no contexto da pandemia COVID-19.

Nas IPSS do concelho, foram também entregues flores amarelas (simbolizando as cores do concelho), destinadas aos/às colaboradores/as e utentes de cada uma das instituições.

Estas visitas foram efetuadas ainda durante o mês de maio, mês em que se comemorou o 106º. aniversário da fundação do concelho de Alcanena.


PUB.


  • comercioenoticias

O Município da Chamusca procedeu à instalação de equipamentos de Teleassistência nas habitações de idosos referenciados pelas entidades das freguesias onde residem.

Esta iniciativa tem como objetivo primordial combater o isolamento social, atendendo à vulnerabilidade em que se encontram alguns dos idosos do concelho da Chamusca e prestando especial atenção à atual situação vivida devido ao Covid-19.


PUB.


Este serviço destina-se a apoiar os munícipes, principalmente idosos e/ou indivíduos em situação de dependência/incapacidade, que se encontrem em situação de maior isolamento e insuficiência ou ausência de rede de suporte familiar. Pretende-se promover a sua independência e confiança, assegurando o acompanhamento e o apoio permanente a quem vive sozinho.

Atualmente, estão a beneficiar deste apoio 42 idosos residentes nas várias freguesias do concelho da Chamusca.


PUB.


©2020 por Comércio & Notícias

Aqui_Há_Festa_-_Site