Periodicidade: Diária

1/20/2021

coronavirus.jpg

1/9

1/11

1/8

1/7

1/6
de12ff219134b17bddc3fc8874a073ef.gif

onde comer

1/5
bannered.png

O concelho de Rio Maior registou esta quarta-feira, 20 de janeiro, 28 novas infeções do vírus SARS-COV-2, o que faz com haja agora em todo o concelho 342 casos ativos, num dia em que há registo de mais 7 pessoas recuperadas e também mais um óbito a lamentar.

No concelho até ao momento foram reportados 1.147 casos de Covid-19, sendo que destes 784 estão já recuperados, 342 mantém a infeção ativa e 21 acabaram por falecer, 17 deles idosos, três referentes a pessoas na casa dos sessenta anos, e o outro na casa dos ciquenta.

Segundo o Agrupamento dos Centros de Saúde da Lezíria no concelho de Rio Maior encontram-se hoje 448 pessoas em vigilância ativa, menos 7 comparativamente ao dia de ontem.

Ao que o Comércio & Notícias conseguiu apurar há neste momento registo para dois surtos de dimensões consideráveis, um no Lar de Abuxanas e o outro no Centro de Educação Especial “O Ninho”, havendo em ambos os casos diversos funcionários e utentes infetados.


PUB.


Santarém é o concelho da Lezíria do Tejo com mais casos ativos (840), segue-se o concelho de Rio Maior (342), Salvaterra de Magos (284), Almeirim (260), Coruche (150), Cartaxo (137), Chamusca (73), Golegã (46) e Alpiarça (31).

No distrito de Santarém o número de casos de Covid ascende já os 17.500 casos, sendo que se mantém ativos mais de 6 mil. Até ao momento há a lamentar 335 óbitos no distrito.

A nível nacional registo hoje para mais 219 vítimas mortais, naquele que foi o dia com mais óbitos desde o início da pandemia. Também o número de novos casos bateu hoje recordes, foram 14.647. Houve hoje 6.493 recuperações.


PUB.



“Após ter ido ao Centro de Saúde de Rio Maior para tratar o que julgava ser uma simples constipação mandam-me fazer o teste da Covid-19. Até saber o resultado do teste a ânsia foi enorme, tendo-se confirmado o pior cenário, o resultado RNA Viral”, relatou ao Comércio & Notícias uma jovem mulher riomaiorense, na casa dos trinta anos, recentemente recuperada da infeção, que conta que apesar de todos os cuidados o vírus “apanho-a” a ela e à família.

Prosseguindo o seu testemunho esta mulher revelou que “as dores e a má disposição são horríveis”, acrescentando que “o vírus não é brincadeira”.

A finalizar, esta jovem mulher, que diz também ter perdido o paladar, apela às pessoas para se cuidarem, “não saiam de casa se não for mesmo necessário”, salienta.


PUB.


Saliente-se que há data de ontem, 19 de janeiro, o concelho de Rio Maior registava um total de 1119 casos de Covid-19 desde o início da pandemia, mantendo-se 324 pessoas com a infeção ativa e 775 já recuperados. Há também a lamentar 20 vítimas mortais. O concelho de Rio Maior tem ainda neste momento 455 pessoas em vigilância ativa.


PUB.


2,204 visualizações0 comentário

Numa altura em que Rio Maior, à semelhança do que se passa um pouco por todo o país, atravessa a mais difícil fase da pandemia Covid-19, dezenas de jovens das escolas de Rio Maior, para se protegerem da chuva, não cumpriram esta tarde o distanciamento social no Terminal Rodoviário de Rio Maior.

Apesar de todos eles fazerem uso da máscara situações destas não podem acontecer, sob pena de colocarem em risco familiares mais vulneráveis.


PUB.


Saliente-se que o Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Filipe Santana Dias, apelou ontem ao Delegado de Saúde Municipal para interceder aos seus superiores hierárquicos a necessidade de endurecer medidas, aumentar a fiscalização e fechar as escolas por um período adequado.


PUB.


3,659 visualizações0 comentário

©2021 por Comércio & Notícias