Periodicidade: Diária

7/9/2020

1/11

1/9

1/7
20935008_1505723692807716_92107146596709

1/7

1/10
hqdefault.jpg

onde comer

bannered.png
  • comercioenoticias

Santarém e Rio Maior lideram criação de novas empresas

Foram criadas 84 novas empresas no distrito de Santarém, durante o mês de junho. Curiosamente, o número de empresas criadas no mês passado supera o mês de junho de 2018 em que foram criadas 79 empresas, e também de junho de 2019, mês em que foram constituídas 63 novas sociedades.

Segundo a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, o concelho de Santarém liderou o dinamismo empreendedor no distrito, com 16 novas sociedades constituídas. Seguem-se os concelhos de Rio Maior com 8 novas empresas, Abrantes e Benavente com 7 empresas cada. Almeirim, Ourém e Tomar registaram 6 novas empresas cada um. Na lista dos concelhos com mais empresas criadas constam os concelhos de Salvaterra de Magos (5), Coruche e Torres Novas (4 cada), Ferreira do Zêzere (3), Alcanena, Cartaxo, Entroncamento e Vila Nova da Barquinha (2 empresas cada), Chamusca, Constância, Golegã e Mação (1 cada).

Apenas 19 empresas têm mulheres como sócios-gerentes, sendo que a maioria (77%) das novas empresas foram criadas por homens. A média do capital social das empresas criadas em junho foi de 7.151,49€.


PUB.


Por setores de atividade, destacam-se o Comércio a retalho e a Compra e venda de bens imobiliários (com 5 empresas cada), as Atividades dos serviços relacionados com a agricultura, o Comércio de veículos automóveis ligeiros, o Comércio por grosso de outros produtos alimentares, Restaurantes tipo tradicional, as Atividades de contabilidade e auditoria, consultoria fiscal, Outras atividades de consultoria para os negócios e a gestão – todas com 4 novas empresas cada uma. Seguem-se a Construção de edifícios (residenciais e não residenciais) e os Restaurantes (inclui atividades de restauração em meios móveis) com 3 novas empresas cada.


PUB.



O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Santarém, ontem, dia 8 de julho, deteve um homem, de 32 anos, pela prática do crime de violência doméstica, em Coimbra.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da GNR apuraram que o homem agredia física e psicologicamente a sua ex-companheira, de 22 anos, chegando a ameaçar a vida da filha recém-nascida de apenas 3 meses. O suspeito, no último episódio de violência, partiu o nariz da vítima, tendo esta recorrido a tratamento hospitalar.

No decorrer das diligências de investigação, os militares da GNR deram cumprimento a um mandado de detenção e a uma busca domiciliária, com vista à proteção da vítima, devido ao perigo de continuidade da violência exercida, o que culminou na apreensão de seis munições e 33 doses de haxixe.


PUB.


O detido, com antecedentes criminais por tráfico de droga e armas, foi presente no mesmo dia ao Tribunal Judicial de Santarém, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de contacto com a vítima, proibição de adquirir armas de fogo, proibição de se ausentar da cidade de Coimbra e sujeição a consulta de psiquiatria. As medidas vão ser monitorizadas através de pulseira eletrónica.

Esta ação contou com o apoio da Polícia de Segurança Pública.


PUB.



Dando continuidade a uma iniciativa já promovida em anos anteriores, o Município de Rio Maior ofereceu às Juntas de Freguesia do concelho de Rio Maior um total de 4.130 kg de cal em pedra.


PUB.


A distribuição, feita em função do número de habitantes por cada freguesia, permite às Juntas de Freguesia efetuar intervenções em muros, muretes, fontes e outros equipamentos públicos que, principalmente nas áreas rurais, são caiados e não pintados, contribuindo para a conservação e embelezamento do património do concelho, sendo que os meses de verão são os ideais para este tipo de intervenção.


PUB.


©2020 por Comércio & Notícias