Periodicidade: Diária

10/21/2020

coronavirus.jpg

1/10

1/9

1/8

onde comer

1/5
bannered.png

Pelo sétimo dia consecutivo o concelho de Rio Maior regista casos positivos de Covid-19, tendo esta quarta-feira, 21 de outubro, sido conhecidos mais dois casos, o que faz com que hajam agora 20 casos ativos, num total de 79 pessoas que já sofreram da infeção.

O concelho de Rio Maio conta até ao momento com o registo de 58 recuperados. A lamentar há uma vítima mortal no concelho, um idoso residente na União de Freguesias de Azambujeira e Malaqueijo.

Segundo o Agrupamento dos Centros de Saúde da Lezíria no concelho de Rio Maior encontram-se hoje 99 pessoas em vigilância ativa, mais 25 comparativamente ao dia de ontem. Este número tão elevado de pessoas em vigilância ativa deve-se em grande parte ao surgimento de dois casos positivos, entre eles uma criança, no Centro Escolar Mina do Espadanal, do Agrupamento de Escolas Fernando Casimiro Pereira da Silva.

PUB.


Santarém é o concelho da Lezíria do Tejo com mais casos ativos (146), seguindo-se o Cartaxo com 46, Chamusca com 22, Rio Maior com 20, Almeirim com 17, Salvaterra de Magos com 16, Golegã com 8, Coruche com 7 e Alpiarça com 4. No distrito de Santarém o número de casos ascende já aos 2.300, sendo que há a lamentar até ao momento 62 vítimas mortais. A nível nacional registo hoje para mais 16 vítimas mortais e 2.535 novos casos.


PUB.


  • comercioenoticias

No próximo fim de semana procede-se à famosa, e criticada por alguns, mudança de hora. Apesar da variedade de propostas contra e das críticas que se debatem perante esta mudança bianual, atualmente continua a ser uma realidade que se pratica em quase todo o mundo.

No caso de Portugal a mudança de hora para o horário de inverno será concretizada na madrugada de sábado (24) para domingo (25) de outubro. Assim, às 02h00 do dia 25 deve-se atrasar o relógio uma hora em Portugal continental e na Madeira. Na Região Autónoma dos Açores deve-se atrasar uma hora à 01h00 da manhã. Os smartphones e computadores deverão converter esta mudança automaticamente.


PUB.


Como atrasamos uma hora nos relógios, ganhamos uma hora tornando-se este o dia mais longo do ano, com 25 horas.

A partir desta data os dias começam a escurecer mais cedo. Tal como em todos os anos, o horário de inverno transforma-se em algo que se destaca e muitas pessoas lembram-no porque... podem dormir mais uma hora!


PUB.



Decorreu na tarde de ontem, 20 de outubro, no Tribunal de Santarém, o primeiro interrogatório judicial de um arguido detido fora de flagrante delito, na sequência do cumprimento de mandados de detenção emitidos pela Polícia Judiciária.

Ao detido, um indivíduo do sexo masculino com 41 anos de idade, oriundo do Lavradio, concelho do Barreiro, onde residia, estava imputada a prática, em autoria material e na forma consumada, de um crime de homicídio qualificado cometido no último domingo, 18 de outubro, sobre a ex-companheira com quem residiu até há cerca de três meses.

A vítima, de 29 anos de idade, vivia com uma filha de cinco anos de idade, nascida de uma outra relação.

Na tentativa de reatar a relação interrompida, a convite do arguido, este, a vítima e a criança, viajaram do Lavradio até Muge, no concelho de Salvaterra de Magos, alojando-se numa residência daquela localidade, pertencente ao pai do arguido, a pretexto de aí passarem o fim de semana.

Percebendo que a ex-companheira não pretendia retomar a relação, o homem munido de uma pistola modificada para calibre 6,35 mm e municiada com as correspondentes balas, aproximou-se da vítima por detrás desta e disparou quatro tiros com a arma, tendo dois deles atingido a mulher na zona da nuca, o que lhe provocou morte imediata.

O homem fugiu depois com a criança, tendo-a deixado ao cuidado de familiares. No dia seguinte o homem entregou-se na PSP do Barreiro.


PUB.


Invocados os perigos de fuga e de alteração e perturbação da ordem e tranquilidade públicas, o Ministério Público promoveu a aplicação da prisão preventiva, como medida de coação adequada e que foi decretada judicialmente.

Saliente-se que não existem, na comarca, anteriores participações por desentendimentos entre arguido e vítima, mormente em contexto de violência doméstica.

O inquérito prosseguirá a cargo da 1.ª secção do DIAP de Santarém, contando com a Polícia Judiciária para a realização das diligências de investigação.


PUB.


©2020 por Comércio & Notícias